Últimas

Abruzzi é empossado na função de Corregedor-Geral do MP

Fotos/Paulo Guilherme Alves
Abruzzi assinando o termo de posse
Foi empossado no final da tarde desta quinta-feira, 20, em sessão do Órgão Especial do Colégio de Procuradores, realizada no auditório Mondercil Paulo de Moraes, o novo Corregedor-Geral do Ministério Público gaúcho. Ruben Giugno Abruzzi foi eleito em 27 de novembro com 89 votos válidos e exercerá o mandato no biênio 2012/2014, sucedendo a Armando Antônio Lotti. A Procuradora de Justiça Noara Bernardy Lisboa também foi empossada no cargo de Subcorregedora-Geral do MP. 

CORREGEDORIA EXEMPLAR 

Em seu discurso, Ruben Giugno Abruzzi destacou que, em seu mandato, a Corregedoria-Geral prosseguirá dando ênfase na movimentação da carreira, orientação e supervisão do estágio probatório dos novos membros. “Tenham todos a certeza de que farei o melhor possível no desempenho das tarefas inerentes à função de Corregedor-Geral do Ministério Público”, frisou. 
Segundo ele, decorridos sete anos de criação do Conselho Nacional do MP, este Órgão jamais instaurou um procedimento por inércia da CG gaúcha e “em rarefeitas oportunidades, em sede revisional, discordou da posição tomada pela CGMP, quer em questões disciplinares, quer em meramente administrativas”. Destacou também que “a Corregedoria-Geral foi o grande agente que moldou os padrões de eficiência e moralidade” no exercício da atividade dos membros do MP, em mais de 50 anos de atividades. O novo Corregedor-Geral também pretende dar seguimento ao trabalho que vinha sendo realizado por Lotti. “Recebo um legado de uma Corregedoria-Geral forte, independente e técnica, com metas e princípios consolidados, conhecidos e aprovados por toda a Instituição”. 

LOTTI FEZ BALANÇO 

O ex-Corregedor-Geral, Armando Antônio Lotti, se despediu do cargo fazendo um balanço dos quatro anos em que exerceu o cargo. De acordo com ele, ao longo dos dois mandatos sempre “buscou desempenhar de forma escorreita as atribuições de orientar e fiscalizar as atividades funcionais e da conduta dos membros”. Destacou que, em quatro anos, a CGMP realizou 592 inspeções nos cargos de 1º Grau, além de disciplinar as correições com a publicação semestral de calendário e encaminhamento de relatório final ao CSMP. Acrescentou também que, em 2011, presidiu o Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União. Em tal condição, constatou que “as Corregedorias estão adaptadas ao mister que a lei lhes conferiu”. 

QUALIDADES E VIRTUDES 

Durante o discurso de posse, o Procurador-Geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga, destacou qualidades e virtudes de Ruben Giugno Abruzzi e Armando Antônio Lotti. Destacou que o Corregedor que deixou o cargo registrou uma “marca indelével” ao ter “uma passagem intensa pela CGMP”. Em relação ao novo Corregedor-Geral, afirmou conhecer o caráter de Ruben Giugno Abruzzi, com quem já trabalhou na década de 1990. Segundo o PGJ, em todos os momentos, o novo Corregedor-Geral tem o talento de buscar “a solução e o consenso”, além de ter um “inegável preparo intelectual”. 

PRESENÇAS 

Também participaram da solenidade o Presidente do Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União, Aylton Vechi; os Subprocuradores-Gerais Ivory Coelho Neto, Daniel Sperb Rubin e Marcelo Lemos Dornelles; o Vice-Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Desembargador Diógenes Vicente Rassan Ribeiro; o Vice-Presidente do TCE, Conselheiro Algir Lorenzon; o Procurador-Geral do MP Especial junto ao Tribunal de Contas, Geraldo Da Camino; o Corregedor-Geral da Procuradoria-Geral do Estado, Luis Carlos Kothe Hagemann; a representante do Tribunal de Justiça, Desembargadora Laura Louzada Jaccottet; a Corregedora-geral da Defensoria Pública do Estado, Maria de Fátima Záchia Paludo; o Corregedor-Geral da Polícia Civil, Delegado Walter Waigner da Silva Gomes; a Presidente da Associação dos Defensores Públicos, Patrícia Kettermann; a Secretária-Geral Adjunta da OAB/RS, Maria Helena Dornelles; o Presidente da AMP/RS, Victor Hugo Palmeiro de Azevedo Neto; o Presidente da Fundação Escola Superior do MP, Mauro Luís Silva de Souza; a Chefe de Gabinete e Secretária-Geral do MP, Isabel Barrios Bidigaray; o Ouvidor do Ministério Público, Luiz Cláudio Varela Coelho; os ex-Procuradores-Gerais de Justiça Paulo Olimpio Gomes de Souza, Cláudio Barros Silva, Roberto Bandeira Pereira, Mauro Henrique Renner e Simone Mariano da Rocha; os ex-Corregedores-Gerais do MP, Vladimir Giacomuzzi, Luís Carlos Ávila de Carvalho Leite, Cezar Antonio Rigoni, José Barrôco de Vasconcelos, Jacqueline Fagundes Rosenfeld e Mário Cavalheiro Lisbôa; a Promotora-Assessora e Secretária dos Órgãos Colegiados, Marília Cohen Goldman; além de Promotores e Procuradores de Justiça e servidores do Ministério Público. 
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Abruzzi é empossado na função de Corregedor-Geral do MP Rating: 5 Reviewed By: Unknown