Últimas

Cidade de Canguçu

Canguçu localização e significação indígena do nome


Canguçu está incrustado na Serra dos Tapes a qual forma junto com a Serra Herval a região fisiográfica gaúcha Serras do Sudeste. Serras divididas pelo rio Camaquã que limita ao norte o município e que se constituem dos solos mais antigos do Estado, como parte do Escudo Rio-Grandense de formação no Período Arqueano.

A denominação de Canguçu deriva da palavra indígena Caa-guaçu, significando mata grande ou mato grosso, de igual forma que já foi denominada primitivamente a região onde se situa a célebre Avenida Paulista em São Paulo, bem como outros locais, segundo se conclui ou lê-se em descrições mais antigas.

Caa- guaçu era uma alusão a milenar mata grande que encobriu primitivamente a encosta da Serra dos Tapes voltada para a Lagoa dos Patos e que daria o nome a ilha de Canguçu, mais tarde chamada de ilha da Feitoria como parte da estância Feitoria depois de adquirida por esta.

Os primitivos habitantes de Canguçu foram os índios Tapes, tapuias, guaranizados e subordinados aos guaranis e que deram seu nome a região onde Canguçu se assenta. Vestígios deles ainda são encontrados nos traços de habitantes do Posto Branco, Canguçu Velho e Herval.

Dados de Caracterização do Município - (CANGUÇU)

Porte Municipio Médio
Altitude da sede (m) 386
Longitude -52,676
Latitude -31,395
Ano de instalação 1857
Densidade Demográfica, 2000 14,6
Microrregião Pelotas
Mesorregião Sudeste Rio-Grandense
Nome da Região Geográfica Sul
Código do IBGE 430450
População: 57.924 (FEE/IBGE)
Área em Km2 3525,068

As terras de Canguçu estão situadas junto a Serra dos Tapes e Serra do Erval, formando a região fisiográfica gaúcha Serras do Sudeste, divididas pelo rio Camaquã ao norte do município.

Geologicamente faz parte do Escudo Sul-Rio-Grandense integrando o complexo cristalino brasileiro, o vasto município, caracterizado pelo grande número de minifúndios, população predominantemente rural. Na sede do município as ruas e prédios novos surgem a cada dia, numa crescente verticalização.

Destaca-se o comércio bastante desenvolvido, que sobrevive da renda advinda dos agricultores, dos funcionários públicos e do grande número de aposentados do município. Também percebemos as marcas da história presente, ou seja, seus casarões,o imóvel histórico mais antigo e importante da história de Canguçu, é a Igreja Matriz.Nossa Senhora a Conceição.

E em dezembro de 1799, quando os 140 moradoresde Canguçu Velho, escreveram uma carta ao Tenente General Sebastião Xavier daVeiga Cabral da Câmara, governador do Continente, solicitando a permissão para fundar um povoado e construir uma capela num local próximo, no qual foram atendidos e em 1° de janeiro de 1800, lançada à ped ra fundamental da capela de Canguçu e se constituiu no marco inicial para criação do município.

A igreja foi construída, num pedaço de terra doado por dois sesmeiros, Paulo Rodrigues Xavier Prates e João Francisco Teixeira de Oliveira, a qual Portugal havia concedido , e ao mesmo tempo impedir invasões espanholas, assim começou uma disputa do referido trecho de terra. Bosenbecker (2003, p. 69) conta que “entre esses dois sesmeiros surgiu uma desavença em torno da posse de uma faixa de terra localizada no chamado Rincão do Tamanduá“.

Para por fim a esta questão, resolveram doar o referido terreno para construção de uma “Capela Curada”. Construída a referida capela, muitas as pessoas que moravam em Canguçu Velho, local onde havia funcionado a sede da Real Feitoria do Linhocânhamo, mudaram-se para perto da capela, a fim de receber assistência religiosa, dando início à cidade de Canguçu.

A Real Feitoria, considerada por Bento (2007, p.38) como o “primeiro núcleo populacional de Canguçu” contribuiu, juntamente com o fato de Canguçu fazer parte de um caminho histórico, para o povoamento do local. “Aproveitando das condições de segurança e comércio existente ao longo desse caminho histórico, alguns açorianos e outros povoadores foram se estabelecendo ao longo do mesmo”. (BENTO, 2007, p. 18).

Canguçu Rio Grande do Sul - RS

Histórico

CANGUSSU, que seria uma corruptela de acanguaçu, é - supõe-se - palavra de origem indígena, significando onde de cabeça grande, animal que alguns acreditam ter existido no local na época da fundação do Município.

Em 1793 os sesmeiros Paulo Rodrigues Xavier de Prates e João Francisco Teixeira de Oliveira, que até então vinham lutando pela posse do "Rinção do Tamanduá", resolveram por à fim a questão,doando o sítio para que ali se erigisse uma capela. Em 26 de dezembro de 1799, moradores da região encaminharam uma petição ao Governador Sebastião Xavier da Veiga Cabral da Câmara, solicitando a concessão do referido "rinção" para a construção de uma igreja, obtendo-a no mesmo ano.

Gentílico: Canguçuense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Cangussú, pela resolução régia, de 31-01-1812,

Elevado à categoria de vila com a denominação de Cangussú, pela lei provincial nº 340, de 28-01-1857. Instalada em 27-06-1857.

Pelo ato municipal nº 10, de 10-01-1901, foram criados os distritos de Iguatemi, Pantanoso e Rincão dos Cravos anexados a vila de Cangussú.

Pelo ato municipal nº 19, de 09-01-1901, foram criados os distritos de Cerrito Velho, Coxilha das Flores e Coxilha do Fogo e anexados a vila de Cangussú.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituída de 7 distritos: Cangussú, Cerrito do Cangussú (ex-Cerrito Velho), Coxilha das Flores, Coxilha do Fogo, Iguatemi, Pantanoso e Rincão dos Cravos.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 7 distritos: Cangussú, Cerrito Velho, Coxilha das Flores, Coxila do Fogo, Iguatemi, Pantanoso e Rincão dos Cravos.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. , o município é constituído de 7 distritos: Cangussú, Cerrito (ex-Cerrito do Cangussú), Coxilha de Fogo, Estação Cerrito, Iguatemi, Pantanoso e Rincão dos Cravos.

Pelo decreto-lei nº 7199, de 31-03-1938, o município de Cangussú passou a grafar Canguçu No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município de 3 distritos: Canguçu (ex-Cangussú), Cerrito e Freire. Não figurando os distritos de Coxilha das Flores, Coxila do Fogo, Iguatemi, Pantanoso Coxilha dos Piegas (ex-Rincão dos Cravos), todos extintos passando seusterritórios a ser anexado o distrito sede de Canguçu.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Canguçu,Cerrito e Freire.

Pela lei estadual nº 3735, de 08-04-1959, o distrito de Freire foi transferido de Canguçu para onovo município de Pedro Osório. Pela mesma lei estadual é extinto o distrito de Cerrito, sendo seuterritório anexado ao município de Pedro Osório.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.


Retificação de Grafia

Cangussú para Canguçu teve sua grafia alterada pelo decreto-lei nº 7199, de 31-03-193
  • Comente
  • Comente no Facebook
Item Reviewed: Cidade de Canguçu Rating: 5 Reviewed By: Ricardo Coutinho de Moura