Select Menu
Select Menu

Favourite

Prefeitura Municipal

Câmara de Vereadores

Educação

Saúde

Dicas

Segurança

Previsão do Tempo

Trabalho

Galeria de Imagens

Uma idosa de 77 anos sacou um revólver calibre 38 e matou um homem que já havia roubado, ao menos outra vez, a Padaria da Vovó, da qual é a dona. O caso aconteceu na noite deste sábado, por volta das 21h30m, quando ela foi surpreendida pelo criminoso, que anunciou o assalto ao estabelecimento, no bairro Navegantes, a 200 quilômetros de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Nervosa e vítima de constantes assaltos no local, ela deu dois tiros no homem e, logo em seguida, entrou em estado de choque.

Segundo uma neta, que preferiu não se identificar, o mesmo criminoso esteve na Padaria da Vovó há dois dias, quando “roubou, estourou um rojão lá dentro e ameaçou voltar e matar” sua avó. A neta trabalha com a mãe na Padaria Três Irmãs, que fica na mesma rua da padaria da idosa, e ouviu tudo.

- Ouvimos o primeiro disparo e, logo em seguida, o segundo. Mas pensamos que era uma caixa caindo no chão da padaria da minha avó. Foram os clientes da nossa padaria que nos alertaram e pediram para socorrê-la. Corremos para lá e a encontramos em choque. Não dizia coisa com coisa - relatou a neta.

A idosa, que tem problemas cardíacos, foi levada para o hospital Santa Casa de Misericórdia, no mesmo município, e depois liberada. Mas ainda está em choque na casa das netas. Viúva, ela tem quatro filhos e nove netos.

Ao jornal “Zero Hora”, a delegada de Canguçu, Paula Garcia, informou que dois tiros foram disparos quando o jovem tentava se aproximar do caixa da Padaria da Vovó. Jhonatan Silveira Ferreira, de 24 anos, morreu no local com um tiro no pescoço e outro no braço, de raspão.

Neste domingo o inspetor Renato Barreto está na padaria com a delegada Paula. O objetivo dos dois é entender as circunstâncias da morte. A idosa permanece em estado de choque, sem condições de prestar depoimento.

 
O tabagismo está relacionado a 50 tipos de doenças, como cânceres de pulmão, da boca e faringe, além de problemas cardíacos, envelhecimento precoce da pele e disfunção sexual. Para que o número de fumantes no país caia ainda mais, a prevenção é o ponto mais ressaltado por especialistas para marcar o Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado hoje (29). Para a diretora clínica do Centro Paulista de Oncologia (CPO), Mariana Laloni, as campanhas voltadas para adolescentes e jovens devem estar sempre na pauta das políticas públicas.

“Vemos campanhas nas datas [específicas], não é algo contínuo”, disse a oncologista.  “Dificilmente você vê uma pessoa iniciar o tabagismo com 40 ou 50 anos de idade. A regra é iniciar dos 15 aos 25 anos. Hoje conhecemos muito mais a doença, quantificamos melhor o risco, temos ferramentas para diagnósticos mais precoces, melhores tratamentos, drogas mais direcionadas. Entretanto, não podemos esquecer do comecinho, que é mais simples e mais barato: educação e prevenção”, acrescentou.

Conscientização sobre fumo passivo ganha força

Para o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, Daniel Knupp, o Brasil tem políticas de combate ao tabagismo exemplares, como as fotos nos maços de cigarro, a restrição do fumo em lugares públicos, taxação de impostos sobre a indústria do tabaco e a proibição de propagandas de cigarro na TV. “Mas é importante que novas ações e campanhas estejam sempre sendo desenvolvidas. Precisamos evitar o primeiro contato, as pessoas precisam desde cedo ter acesso às informações sobre os perigos do cigarro”, comentou Knupp.

Segundo ele, a expansão da atuação dos médicos de família no território brasileiro é outra grande ferramenta de prevenção que deve ser fortalecida, sobretudo entre adolescentes. “Acompanho pacientes de 14, 15 anos de idade, em que fiz o pré-natal das mães deles. Então, o grau de personalização dessa relação, de intimidade, é muito maior e isso facilita o debate do tema na consulta ”, contou.

A coordenadora de Vigilância de Agravo e de Doenças não Transmissíveis e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta, citou uma série de ações do governo que têm contribuído para a queda contínua do número de fumantes no país, sobretudo a partir de 2011, com o Plano de Enfrentamento a Doenças Não Transmissíveis. No caso dos adolescentes, Deborah citou como inciativas de prevenção a proibição da propaganda de cigarro, a taxação alta da indústria do tabaco, que aumenta o preço do cigarro, a advertência nos maços, com alertas e fotos de impacto, e o Programa Saúde na Escola.

“Há uma parte dedicada à prevenção do uso do tabaco, com materiais e suporte para os profissionais de saúde e educação, para que sejam capacitados a abordar esse tema com os adolescentes”, comentou. “Nossa pesquisa de 2012 mostrou que a prevalência do tabaco na adolescência é em torno de 5%. Essa é a menor prevalência das Américas, depois apenas do Canadá”, informou Deborah.

Dados do ministério mostram que em 2006 a prevalência de fumantes era 15,6% e, em 2013, esse percentual caiu para 11,3%.

“E com uma queda sustentável, anual, tanto em homens quanto em mulheres, em todas as faixas de escolaridades, em todas as faixas de idade e em todas as regiões do Brasil. Nossa meta é reduzir em mais 30% a prevalência de fumantes até 2022”, disse ela.

Editora: Graça Adjuto 
Flavia Villela - Agência Brasil

Uma das maiores do Mundo
O Parque de Exposições Assis Brasil, uma área de 134,09 hectares localizada no município de Esteio, ao lado da BR 116, é sede de uma das maiores e mais importantes exposições-feira do Mundo, a Expointer. Serão nove dias, entre 30 de agosto a 7 de setembro, em que o Rio Grande do Sul mostrará ao mundo as suas principais riquezas, fruto do trabalho de sua gente.

Sustentabilidade e Irrigação
A 37ª Expointer leva a marca da sustentabilidade e irrigação como fatores que impulsionam a economia gaúcha, fortalecendo o projeto de desenvolvimento sustentado. Aqui estarão em exposição as modernas tecnologias, as máquinas mais modernas, o que de melhor a genética de nossa pecuária tem. Os melhores exemplares das raças criadas em solos gaúchos.

Diversidade
Cerca de sete mil e novecentos animais representando mais de 183 raças. Cerca de três mil expositores. Vendas superiores a 850 milhões de reais. Mais de 390 eventos entre palestras e seminários. Mais do que grandeza, os números da última edição nos dão a certeza de que a Expointer espelha a diversidade e a pujança da economia gaúcha.

A cara e o jeito do Gaúcho
A convivência fraterna e harmoniosa entre o homem do campo e o homem urbano, numa verdadeira simbiose, retratam o ser único que é o gaúcho. De um lado, o produtor, o tratador de animais, o fabricante, o artesão, o artista. De outro, aqueles que vivem na cidade e que, nesta época do ano se reencontram e redescobrem suas raízes. Temos uma cara e um jeito que nos diferenciam. 

DIA 30 DE AGOSTO - SÁBADO
09:00Abertura Oficial da Expointer 2014
Local: Praça Central
09:00Show: Invernada Mirim (CTG Independência Gaúcha - N.Esteio)
Local: Palco de Shows - Q.6
09:30Inauguração Oficial da Quadra da Irrigação
Promoção: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, BRDE e Simers
Local: Área do Simers, Junto ao Portão 13
10:00Oficina: Bovinocultura de Corte
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Bovinos de Corte
10:00Apresentação do Projeto de Modernização do Peeab: Relato e Prospecção
Promoção: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
10:00Oficina: Alimentação e Nutrição
Promoção: Senar-RS
Local: Estande Senar - Q.19
10:00Oficina: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
10:00Oficina: Vitrine do Leite
Promoção: Programa Juntos Para Competir
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
10:00Reunião Técnica da Academia Riograndense de Medicina Veterinária
Palestra: Aplicabilidade do Uso de Vants na Pecuária e Agricultura de Precisão
Promoção: Academia Riograndense de Medicina Veterinária
Local: Casa do Veterinário CRMV/RS - Q.45
10:00Show: Coro Municipal de Esteio
Local: Palco de Shows - Q.6
10:30Oficina: Ovinocultura
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Ovinos
10:30Lançamento da GTA, PTV e Receituário Eletrônico
Promoção: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
10:40Oficina: Vitrine Carne Gaúcha
Promoção: Farsul
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
11:00Palestra: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Estande Senar - Q.19
11:00Show: Charles Arce e Grupo
Local: Palco de Shows - Q.6
11:30Oficina: Bovinocultura de Corte
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Bovinos de Corte
11:30Oficina: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
12:00Oficina: Ovinocultura
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Ovinos
12:00Oficina: Alimentação e Nutrição
Promoção: Senar-RS
Local: Estande Senar - Q.19
12:00Reunião Almoço com as Associações de Criadores
Promoção: Farsul
Local: Restaurante da Farsul
13:00Oficina: Vitrine do Leite
Promoção: Programa Juntos Para Competir
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
13:30Oficina: Bovinocultura de Corte
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Bovinos de Corte
14:00Oficina: Ovinocultura
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Ovinos
14:00Oficina: Alimentação e Nutrição
Promoção: Senar-RS
Local: Estande Senar - Q.19
14:00Assembleia Geral da Academia Riograndense de Medicina Veterinária
Promoção: Academia Riograndense de Medicina Veterinária
Local: Casa do Veterinário CRMV/RS - Q.45
14:00Apresentação: Casa Tango Uruguai
Local: Palco de Shows - Q.6
14:30Oficina: Vitrine Carne Gaúcha
Promoção: Farsul
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
15:00Oficina: Bovinocultura de Corte
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Bovinos de Corte
15:00Oficina: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
15:00Show: Samba Muleke
Local: Palco de Shows - Q.6
15:30Oficina: Ovinocultura
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Ovinos
15:30Seminário: A Visão dos Candidatos Sobre o Agronegócio
Promoção: Zero Hora e Federasul
Local: Casa RBS
16:00Oficina: Vitrine do Leite
Promoção: Programa Juntos Para Competir
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
16:00Oficina: Alimentação e Nutrição
Promoção: Senar-RS
Local: Estande Senar - Q.19
16:00Show: Bah Q Tri
Local: Palco de Shows - Q.6
16:30Oficina: Bovinocultura de Corte
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Bovinos de Corte
16:30Oficina: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
16:40Oficina: Vitrine Carne Gaúcha
Promoção: Farsul
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
17:00Pré Lançamento Expoleite 2015
Promoção: Gadolando
Local: Estande da Raça
17:00Oficina: Ovinocultura
Promoção: Senar-RS
Local: Pista de Ovinos
17:00Show: Lúcio Yanel & Dorval
Local: Palco de Shows - Q.6
17:30Oficina: Cadastro Ambiental Rural
Promoção: Senar-RS
Local: Pavilhão Internacional - Q.24
18:00Entrega do Prêmio: Gente do Campo
Promoção: Farsul e Zero Hora
Local: Auditório da Farsul
18:00Show: Daniel Torres
Local: Palco de Shows - Q.6
19:00Show: Moda Gaúcha
Local: Palco de Shows - Q.6
20:00Show: Ricardo Pacheco & GrupoLocal: 
Palco de Shows - Q.6
A secretária estadual da Saúde, Sandra Fagundes, realiza visitas e participa de eventos em municípios da região sul do Estado nos dias 28 e 29 de agosto, (quinta e sexta-feira).
Durante os dois dias a titular da saúde vai percorrer os munícipios de Pelotas, Rio Grande, São José do Norte e Canguçu.
Em Pelotas, às 11h15 do dia 28, haverá o lançamento do núcleo de “Desjudicialização” da saúde, formado pelo Poder Judiciário, Defensoria Pública Estadual e 3ª Coordenadoria Regional da Saúde(CRS). O lançamento será na sede da defensoria, localiza da na av. Domingos de Almeida, 907 - Areal.
No mesmo dia, também será realizada uma reunião com representantes do COREDE(Conselho Regional de Desenvolvimento), AZONASUL (Associação dos Prefeitos da Zona Sul)e Universidade Federal de Pelotas, além de visitas a Unidades Básicas de Saúde(UBS) em construção, e obras das Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).
Rio Grande
A partir das 15h30, a secretária Sandra Fagundes participa, na prefeitura de Rio Grande, da reunião da CIR-Comissão Intergestores Regionais, com os gestores municipais da saúde. Depois visita o Hospital Santa Casa e a obra da UPA.
São José do Norte e Canguçu
A agenda inclui ainda,uma visita ao Hospital e maternidade municipal São Francisco, de São José do Norte, às 10h. Em Canguçu,às 16h, a secretária assina contrato com o Hospital de Caridade e com o Hospital Doutor Ernesto Maurício Arndt,de Morro Redondo.


Prefeito Gerson Nunes explicou detalhes do projeto

Último encontro na cidade ocorre nesta quarta-feira, às 19h, no Cine Teatro Municipal

Ocorreu na terça-feira (26) mais um encontro de esclarecimento do programa Orçamento Participativo (OP). A reunião, realizada no Esporte Clube Canguçuense, esclareceu o funcionamento do OP para moradores dos bairros Triângulo, Mesko, Zezeco Pereira, Vila do Céu, Teixeiras, Centro Norte e arrededores.

Nesta quarta-feira acontece a última reunião do Orçamento Participativo na cidade. Os moradores dos bairros Fonseca, Cohab, Uruguai, Centro Sul e arredores são convidados para o encontro que acontece no Cine Teatro, a partir das 19h.

No dia 19 de setembro começam as assembleias de votação, onde a população definirá quais os projetos prioritários para o orçamento de 2015. Ao todo serão aplicados cerca de R$ 1,23 milhão em demandas eleitas pelos moradores.

Os projetos contemplam áreas como Saúde, Educação, Assistência Social, Desenvolvimento Rural, Obras, Planejamento, Cultura, Turismo, Juventude e Mulheres. Na próxima semana ocorrerão reuniões no interior, onde a população rural receberá informações sobre como participar do processo de gestão popular.

Via Prefeitura Municipal
Foto: Ricardo Moura
Um trabalho para o fortalecimento das cadeias produtivas locais foi capaz de inverter a lógica do desenvolvimento agropecuário em uma das regiões do Estado que permaneceu à margem dos principais avanços produzidos nos últimos anos.  Iniciado em 2002, o Projeto Alto Camaquã envolveu pesquisadores da Embrapa, pecuaristas familiares e lideranças de vários municípios da chamada Serra do Sudeste.

Com foco principal na articulação de diferentes grupos em torno de uma causa comum, a iniciativa conseguiu unir os interesses de mais de 400 famílias que integram 21 associações comunitárias. São pecuaristas de oito municípios pertencentes à orientação superior da bacia do Rio Camaquã que encontraram nas referências locais o principal aliado para a conquista de novos mercados.

Reunidas, atualmente, na chamada Rede do Alto Camaquã, as famílias também formaram uma associação regional que coordena a base das entidades de Bagé, Lavras do Sul, Caçapava do Sul, Santana da Boa Vista, Encruzilhada do Sul, Pinheiro Machado, Canguçu e Piratini. A ideia consiste em agrupar os produtos e serviços da região em um mesmo guarda-chuva. Para isso, foi criado um selo de distinção que permite associar os produtos a sua origem e instrumentalizar a coesão entre os diferentes produtores.

“São 400 famílias que não se conheciam há pouco mais de seis anos e hoje perseguem interesses comuns. Estabelecem pactos e acordos para atingir metas em comum. Não tratam apenas da questão econômica. Por isso, configuram o que chamamos de capital social, ou seja, pessoas articuladas entre elas, com instituições e o poder público para dentro de uma organização promoverem seus produtos”, afirma o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Marcos Borba.

Borba, que coordenou a iniciativa após concluir o doutorado em Agroecologia, sociologia e desenvolvimento rural sustentável na Espanha, será reconhecido com o Prêmio Futuro da Terra pela contribuição para a agricultura familiar gaúcha. Sua visão de desenvolvimento é responsável pela consolidação de um modelo de produção que até então encontrava muitas dificuldades para transpor as barreiras mercadológicas. 

Uma mudança de enfoque detectou que os modelos convencionais de produção agrícola não serviriam para a região, pois a topografia não comportaria a mecanização e o ganho de escala, em função do tipo de terreno, com declive, solo raso e afloramento de pedras. Por outro lado, o mesmo bioma permanece como um dos mais conservados do Rio Grande do Sul, com cerca de 90% de vegetação ainda nativa.

O diagnóstico inicial identificou formas de produção que deveriam ser percebidas pela perspectiva da sustentabilidade. Isso porque as atividades pecuárias em questão utilizam apenas energias renováveis. “Se é possível produzir de forma diferenciada, com a pecuária de energias renováveis, sol, chuva e conhecimento, não seria indicado que esses produtos chegassem ao mercado de forma indiferenciada. Ou seja, desenvolvemos uma estratégia de diferenciação destes produtos. Hoje, constituímos uma marca coletiva com caráter territorial, que comunica, principalmente, as características do território e, por consequência, produtos e serviços oriundos destas propriedades. A ideia é que sejam compreendidos como provenientes não só de uma região, mas de uma forma de produzir especial”, comenta.

Diferenciação pode virar uma estratégia de Estado

A estratégia de diferenciação dos produtos funciona como um elemento de transformação da realidade e, fundamentadamente, de conservação dos recursos naturais. As regiões tradicionais, com características anteriores ao que se convencionou chamar de modernização da agricultura, oferecem, além de produtos pecuários, uma gama de benefícios aos chamados serviços ecossistêmicos. Entre os aspectos em destaque, estão a maior eficiência no sequestro de carbono, a preservação da biodiversidade e as contribuições para regulação climática.

Marcos Borba identifica que as características possuem potencial para serem incluídas dentro de um projeto de Estado.  Isso, porque a consolidação das boas práticas de manejo colabora com a manutenção da Bacia do Camaquã.

“Tentamos demostrar que não são regiões pobres e atrasadas, mas que possuem características diferentes e que podem muito bem serem consideradas estratégicas dentro de um projeto de Estado. Se retirássemos essas atividades pecuárias a partir do uso de campos naturais, causaríamos impactos ainda não dimensionados”, exemplifica.

Borba destaca que as temáticas intensivas trabalhadas junto aos pecuaristas possibilitaram a construção de uma base de novos conhecimentos a respeito do sistema natural que eles próprios operam. Ou seja, os sistemas de campo, os fluxos de energia e as respostas associadas às mais variadas práticas de manejo abrem as porteiras para melhorias da eficiência produtiva e também de preservação dos ecossistemas. 

Via:JC
 Desde o lançamento há quase quatro anos, tem sido sempre uma prioridade para trazer a comunidade Instagram ferramentas simples, mas poderosas que permitem às pessoas capturar momentos e expressar sua criatividade.Hoje, nós estamos animado para anunciar Hyperlapse do Instagram, um novo aplicativo para capturar vídeos de alta qualidade lapso de tempo, mesmo quando em movimento.


Tradicionalmente, vídeos lapso de tempo dependerá segurando seu celular ou câmera enquanto filma. Hyperlapse do Instagram recursos internos tecnologia de estabilização que permite criar móveis, lapsos de tempo de mão que resultam em um visual de cinema, qualidade e sentem-um feito que antes só eram possíveis com equipamentos caros.

Nós projetamos Hyperlapse para ser o mais simples possível. Você não precisa de uma conta para criar um hyperlapse. Em vez disso, você se abre diretamente para a câmera. Toque uma vez para começar a gravar e tocar novamente para parar. Escolha uma velocidade de reprodução que você gosta entre 1x-12x e toque na marca de seleção verde para salvá-lo para o seu rolo da câmera. Você pode compartilhar seu vídeo no Instagram facilmente de lá.

De documentando todo o seu trajeto em segundos, ou a preparação de seu jantar do início ao fim para capturar um pôr do sol todo que se desenrola, estamos entusiasmados com as possibilidades criativas Hyperlapse desbloqueia. Nós não podemos esperar para ver o que você vai criar.

Para saber mais sobre o que a estabilização se parece em Hyperlapse, confira este vídeo .

Para saber mais sobre Hyperlapse do Instagram, confira help.instagram.com .

Hyperlapse do Instagram já está disponível para dispositivos iOS na App Store da Apple . Ele está atualmente disponível apenas para iOS. 
Reprodução Facebook / Em questão
Nestas andanças pelo Facebook nos deparamos com uma informação que nos deixa alarmados, a versão Indigina de fatos recentes acorridos no Rio Grande do Sul, se veridicos um afronta aos direitos humanos, confira 

"Na tarde de sábado quando um casal de indígenas da aldeia de Irai - município do Rio Grande do Sul que faz divisa com Santa Catarina - trafegava com um veículo numa estrada vicinal do município foram abordados por policiais militares. Exigiram a documentação do veículo e do condutor. Foram-lhes apresentados. Um dos documentos-do veículo- estava atrasado. O policial militar passou a agir com truculência. A esposa do condutor, ao tentar sair de dentro do veículo, foi agredida com coronhadas de revolver por um dos policiais militares. O condutor, Valter dos Santos - que é professor na área indígena - tentou impedir as agressões contra sua esposa e neste momento um segundo policial passou a disparar contra os indígenas. Valter levou pelo menos dois tiros, um na perna e outro no braço. Um terceiro indígena -menor de idade - que estava próximo também foi alvejado com um tiro na perna. Valter está internado em um hospital na cidade de Erechim.
A comunidade indígena, ao saber do fato, ficou revoltada. Algumas lideranças se dirigiram para a cidade a fim de fazer um boletim de ocorrência. Os policiais militares não permitiram. A delegacia de polícia foi fechada e eles impedido de fazer o relato dos acontecimentos violentos. Revoltados e com o objetivo de serem ouvidos conduziram dois policiais militares que estavam em frente ao posto policial para a aldeia. Depois de duas horas os policiais foram liberados pelos indígenas e nenhuma agressão foi praticada contra os agentes da PM.
Mais tarde, Sandro, professor da aldeia Iraí, juntamente com a esposa e outras pessoas dirigiam-se para o hospital do município para saber o estado de saúde dos feridos (alvejados pelos disparos dos policiais). Foram interceptados por policiais que estavam num outro veículo da PM -uma camionete - que disparam vários tiros contra o veículo por ele conduzido. Sua esposa ficou ferida em função dos estilhaços de vidros das janelas e para-brisa atingidos pelos disparos.
No final do dia, de acordo com relatos das comunidades dois policiais em um veículo da Brigada Militar disparam vários tiros sobre a aldeia.

Sugerimos que os indígenas façam uma denúncia de todos os fatos ao MPF de Erexim e acompanhados por servidores da Funai-Fundação Nacional do Índio"

Esperamos a apuração de todos os fatos...
Descobrindo a Música do Brasil

            A Escola Estadual de Ensino Fundamental Professora Maria Moraes Medeiros vem por meio deste divulgar e convidar as pessoas interessadas à participar do projeto Descobrindo a Música do Brasil, selecionado pelo Programa Mais Cultura nas Escolas, uma iniciativa conjunta dos ministérios da Cultura e da Educação.

            Com o foco na apreciação musical, serão desenvolvidas atividades através de aulas expositivas, filmes e recitais/shows didáticos, a fim de ampliar o conhecimento dos participantes sobre algumas das tradições musicais do Brasil.

            Nesse ano teremos os primeiros quatro meses do projeto, de setembro a dezembro, abordando os repertórios regionais (gaúcho, sertanejo e nordestino), o samba e o choro. A partir destes repertórios tentaremos compreender alguns aspectos de construção da música como as diferentes instrumentações, o reconhecimento dos ritmos, da forma, da textura...

            As aulas ocorrerão nas sextas-feiras, das 13 h às 15 h, nas dependências da escola ou em local próximo e serão direcionadas a qualquer pessoa, independente do nível de envolvimento com a música, que tenha um ouvido disposto a conhecer novas ou velhas sonoridades. Uma complementação opcional será oferecida no restante da tarde.

            Os shows neste ano serão com os músicos Rodrigo Madrid, Maurício Marques, Juliano Guerra e o grupo Sovaco de Cobra, ocorrendo na parte da noite em datas que serão divulgadas com antecedência. Estas apresentações serão abertas a comunidade sem necessidade de estar participando do projeto.

            Todas as atividades são gratuitas. Inscrições e esclarecimentos podem ser realizados pelo número (53) 8113-0845 ou diretamente na escola, na Coxilha dos Campos.

Direção Musical e Produção: Maithan Knabach

Coordenação: Mirta Terres


            
Sant’ana do Livramento- RS, Brasil- Parque Eólico Cerro Chato em Sant”ana do Livramento no Rio Grande do Sul



 Imagens da câmera de segurança de um prédio em construção em Santos registraram a queda de avião que matou o presidenciável Eduardo Campos na semana passada. O vídeo, exibido na noite desta terça-feira pelo Jornal da Globo (veja as imagens no site do jornal), mostra o jatinho que carregava o candidato do PSB à Presidência caindo de bico em alta velocidade e desaparecendo atrás de um edifício. Há um clarão no momento da explosão e, em seguida, uma coluna de fumaça pode ser vista se erguendo no local.

Essas são as primeiras imagens registradas do acidente aéreo com o Cessna de Campos e podem ajudar a esclarecer as circunstâncias que provocaram o desastre na última quarta-feira. Além do ex-governador de Pernambuco, a tragédia matou mais seis pessoas – quatro assessores do candidato e os dois pilotos do jatinho.

Segundo o jornal, o vídeo só foi descoberto agora por causa do erro no horário da câmera de segurança. O sistema de monitoramento do prédio em construção marca 11h03 quando o avião de Campos aparece na imagem – o acidente ocorreu por volta das 10h. A câmera que gravou o desastre fica localizada a cerca de 500 metros do local da queda.

Um especialista consultado pelo Jornal da Globo analisou as imagens e estimou que a aeronave tinha uma inclinação de 45 graus no momento da queda, o que indica um mergulho em alta velocidade em direção ao solo. Para o perito, as condições sugerem uma perda de controle do jatinho.

O acidente – O avião de Campos caiu em uma área residencial de Santos depois de partir do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, em direção ao Guarujá. Por causa do mau tempo na região, com chuva, neblina e vento, o piloto decidiu abortar o pouso na Base Aérea de Santos e arremeter. Ao fazer a volta para tentar uma nova aterrissagem, o Cessna caiu, por motivos ainda desconhecidos, no bairro do Boqueirão. 


Vídeo do Momento da Queda: