Últimas

Bancada Gaúcha busca soluções para amenizar a crise no RS


O governador do Estado do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, esteve em Brasília nesta quarta-feira, participando de reuniões com a Bancada Gaúcha, Supremo Tribunal Federal (STF), governo federal e Tesouro Nacional. Na noite de terça-feira, as contas do Rio Grande do Sul foram bloqueadas por determinação do governo federal, tendo em vista que o governo não efetuou o pagamento da parcela da dívida com a União, referente ao mês de julho que chega a R$ 265 milhões.

O deputado federal Afonso Hamm (PP-RS) participou da reunião e reivindicou mobilização de todos os parlamentares para contribuir com que o Estado consiga amenizar o problema. Ainda sugeriu mobilização do setor empresarial gaúcho para contribuir com ações com o propósito de que o RS saia dessa crise. Também reivindicou que o governo federal reveja a situação do Rio Grande do Sul, no sentido do caos que o bloqueio das contas está gerando ao Estado, em especial nas áreas da Saúde, Educação e Segurança Pública.

Com esse impasse o governador se direcionou à Brasília para buscar soluções para amenizar a crise que assolou o Estado e para o agravamento das finanças públicas. Ele relatou que para amenizar o impasse, o governo do RS parcelou a folha do funcionalismo, que já estava em atraso.

Déficit

Durante reunião na Bancada Gaúcha fez um relato da grave situação que o Rio Grande do Sul enfrenta. Sartori apontou que o déficit orçamentário em 2015 poderá chegar a R$ 5,4 bilhões, caso não ocorra alguma solução. O governador informou que com as contas bloqueadas, o Estado está impossibilitado de pagar qualquer outra conta pendente e os repasses a municípios, hospitais e fornecedores.

Essa atitude do governo federal está gerando muito transtorno a milhares de funcionários do governo estadual que dependem desta fonte para sustento de suas famílias e de todoa. Assim, o governador José Ivo Sartori resolveu atrasar a divida com a União para priorizar a quitação da folha salarial do funcionalismo. “A crise vem se agravando e o meu Estado gaúcho passa por situação de emergência. E, agora com a decisão do governo federal a situação do RS fica ainda mais difícil”, lamenta Hamm que também manifestou sobre a crise do governo do RS durante pronunciamento no plenário.

A Bancada Gaúcha irá marcar audiência com o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para buscar alternativas para o enfrentamento da crise.
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Bancada Gaúcha busca soluções para amenizar a crise no RS Rating: 5 Reviewed By: Ricardo Moura