Últimas

Em clima de pouco otimismo


Pela população e oposição Gerson Cardoso Nunes vai ser cobrado
 
Após a nomeação do Secretariado no novo Prefeito de Canguçu, Gerson Cardoso Nunes diminui o clima de otimismo visto ao final da eleição de outubro de 2012, as rodas de conversa dos dias atuais confirmam e apontam uma certa descrença.

A indicação dos nomes que ocupariam as pastas do novo governo já eram do conhecimento popular, segredo apenas oficial e por parte do Prefeito eleito, um dos caciques do Partido dos Trabalhadores  e acido frequentador de um bar em Canguçu se encarregou em forte demonstração de poder de comunicar os agraciados, entre uma cerveja e outra um nome era revelado, cacique este que é apontado como o verdadeiro comandante do novo governo, a distribuição dos cargos aos partidos participantes da Coligação Para Mudar de Verdade passou por sua aprovação, o PRB foi nitidamente menosprezado e depois de toda o trabalho em campanha foi colocado de lado como partido de alguns Ccs e nada de Secretaria.

A recente nomeação de Beto Boemeke para a Secretaria de Indústria, Comércio, Serviços e Cooperativismo ajudou a acalentar as discussões sobre a postura das nomeações, se por fator de qualificação é altamente justificada, mas se tiver o peso politico dado pelo próprio Prefeito em seu discurso a frente da Prefeitura neste último dia (01) não se justifica tendo em vista a não participação do PMDB na composição da coligação vencedora.

Talvez a mudanças dos tempos tenham atingido a politica, pelo lado positivo, as promessas de campanha não passam mais despercebidas logo depois a posse, começam a ser cobradas, uma mudança de comportamento popular e principalmente um dever de cada cidadão, Gerson Cardoso Nunes mostra que não vai cumprir todas e esse pode ser um dos principais fatores de um clima de pouco otimismo.

A acessão ao poder por parte do Partido dos Trabalhadores já mostra nitidamente as mudanças de comportamento, as criticas ao governo Cássio Motta de ser pautado pela exclusão agora não são cabíveis a atual administração, sim elas já existem, começam a ser criados pelo próprio partido os seus futuros adversário políticos, a postura da soberba nos semblantes não ajuda em nada, a vitória vem com a aprovação popular mas não se esqueça, nada é permanente.

Outra questão bem fácil de comprovar é o privilégio de informações, de acordo com o interesse de alguns a informação é distribuída apenas para aqueles mais chegados, discursos, curriculum de secretários e mais quem sabe o que.

É certo que o governo Gerson Cardoso Nunes nem começou, poderemos ter um grande governo, poderemos ter renovação do secretariado muito em breve, poderemos ter muita coisa, agora não podemos mesmo é não enxergar o que acontece a nossa volta, somos responsáveis também pelos atos daqueles que estão a nossa volta.

Para o crescimento da confiança basta usar a tradicional linguagem popular futebolística, “Não é hora de salto alto!” “Não ganhamos nada ainda!”, trabalho e realização devem levar a nova administração para as estrelas.

 
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Em clima de pouco otimismo Rating: 5 Reviewed By: Unknown