Últimas

Um dia especial

Vereador César Madrid (PP)
É comum de ouvir esta frase: "atrás de um grande homem tem uma grande mulher!", mas tem uma grande figura feminina,  uma mexicana que está na nota de mil pesos, chamada Sóror Joanna Ignez de La Cruz, que dizia que jamais se deve utilizar esta frase, porque ela é machista, e complementa: " porque atrás, e não ao lado!?". Neste Dia Especial, gostaria de homenagear as mulheres comentando um fato que a história conta,  que pode ilustrar bem a fidelidade feminina.

Durante a Idade Média, no ano de 1141, na Alemanha, Wolf, o Duque da Bavária estava cercado em seu castelo pelos exércitos de Frederick, Duque da Suábia, e de seu irmão Konrad. O cerco vinha de muito tempo, e Wolf sabia que a rendição era inevitável. Mensageiros iam e vinham, levando propostas de acordo, condições e decisões. Derrotados, Wolf e seus aliados estavam dispostos a entregar o castelo ao pior inimigo.

Mas as mulheres desses homens não estavam nem um pouco preparadas para a derrota, e resolveram intervir. Enviaram uma mensagem a Konrad, irmão do duque inimigo, pedindo a promessa de salvo-conduto para todas as mulheres das cercanias do castelo e permissão para que elas levassem todos os bens que pudessem carregar. A permissão foi concedida e os portões do castelo se abriram. As mulheres foram saindo, levando consigo uma estranha carga. Não traziam ouro ou joias, ou objetos de valor material. Cada uma vinha curvada sob o peso do marido que carregavam nas costas!

Era o esforço de cada uma  na esperança de salvar o marido da vingança dos inimigos vitoriosos. Dizem que Konrad, bom e piedoso de fato, comoveu-se até às lágrimas diante daquela atitude extraordinária. Apressou-se em garantir a liberdade às mulheres e segurança aos maridos. Convidou a todos para um grande banquete e fez um acordo de paz com o duque da Bavária em termos mais favoráveis que o esperado. Desde então o monte onde estava situado o castelo passou a ser chamado de “lealdade feminina”.

As mulheres, desconhecendo a força de que são portadoras, muitas vezes saem a campo para disputar forças com os homens no que eles tem de pior. Desconhecem que, no dia em que quiserem, mudarão o mundo.

À mulher cabe uma importante quota de contribuição com a obra de Deus na melhoria deste planeta, oferecendo a sua sensibilidade e a sua inteligência em favor da vida.  Cabe a ela o conduzir os  homens, dando-lhes as primeiras noções de vida. Assim, se estas mulheres resolvessem mudar a sociedade, bastaria tomar as mãos do homem, ainda criança, e fazer dele um homem justo, um homem de bem.  Mas para que isso aconteça, é preciso que todos, homens e mulheres tomem consciência da sua missão na face da Terra, que está muito além da disputa de forças, da conquista de bens materiais e posições sociais.

Um dia, um casal discutia sobre os problemas domésticos. Em determinado momento estavam disputando quem representava o cabeça do casal. Isso era quando ainda existia na legislação brasileira esse papel. Após alguns argumentos, a mulher falou com muita sabedoria: de fato você é o cabeça perante a lei, mas eu sou o pescoço, e se eu amanhecer com torcicolo você estará com dificuldades, pois perderá totalmente os movimentos!
 
 
Vereador César Madrid
Partido Progressista
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Um dia especial Rating: 5 Reviewed By: Unknown