Últimas

Índios na luta pelos direitos do cidadão

Reprodução Facebook / Em questão
Nestas andanças pelo Facebook nos deparamos com uma informação que nos deixa alarmados, a versão Indigina de fatos recentes acorridos no Rio Grande do Sul, se veridicos um afronta aos direitos humanos, confira 

"Na tarde de sábado quando um casal de indígenas da aldeia de Irai - município do Rio Grande do Sul que faz divisa com Santa Catarina - trafegava com um veículo numa estrada vicinal do município foram abordados por policiais militares. Exigiram a documentação do veículo e do condutor. Foram-lhes apresentados. Um dos documentos-do veículo- estava atrasado. O policial militar passou a agir com truculência. A esposa do condutor, ao tentar sair de dentro do veículo, foi agredida com coronhadas de revolver por um dos policiais militares. O condutor, Valter dos Santos - que é professor na área indígena - tentou impedir as agressões contra sua esposa e neste momento um segundo policial passou a disparar contra os indígenas. Valter levou pelo menos dois tiros, um na perna e outro no braço. Um terceiro indígena -menor de idade - que estava próximo também foi alvejado com um tiro na perna. Valter está internado em um hospital na cidade de Erechim.
A comunidade indígena, ao saber do fato, ficou revoltada. Algumas lideranças se dirigiram para a cidade a fim de fazer um boletim de ocorrência. Os policiais militares não permitiram. A delegacia de polícia foi fechada e eles impedido de fazer o relato dos acontecimentos violentos. Revoltados e com o objetivo de serem ouvidos conduziram dois policiais militares que estavam em frente ao posto policial para a aldeia. Depois de duas horas os policiais foram liberados pelos indígenas e nenhuma agressão foi praticada contra os agentes da PM.
Mais tarde, Sandro, professor da aldeia Iraí, juntamente com a esposa e outras pessoas dirigiam-se para o hospital do município para saber o estado de saúde dos feridos (alvejados pelos disparos dos policiais). Foram interceptados por policiais que estavam num outro veículo da PM -uma camionete - que disparam vários tiros contra o veículo por ele conduzido. Sua esposa ficou ferida em função dos estilhaços de vidros das janelas e para-brisa atingidos pelos disparos.
No final do dia, de acordo com relatos das comunidades dois policiais em um veículo da Brigada Militar disparam vários tiros sobre a aldeia.

Sugerimos que os indígenas façam uma denúncia de todos os fatos ao MPF de Erexim e acompanhados por servidores da Funai-Fundação Nacional do Índio"

Esperamos a apuração de todos os fatos...
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Índios na luta pelos direitos do cidadão Rating: 5 Reviewed By: Ricardo Moura