Últimas

Microbacia gaúcha representa o Brasil em programa global de monitoramento

Novembro 2014 - O Brasil está fazendo parte de um projeto de pesquisa internacional de monitoramento dos impactos humanos em microbacias hidrográficas. O projeto "Avaliação do impacto humano nas mudanças do solo e suas consequências no funcionamento do solo" tem reunido pesquisadores das áreas de geografia e agronomia da Alemanha, Bélgica, Brasil e Espanha com o propósito de intercambiar trabalhos de pesquisa e conhecimentos científicos relacionados ao impacto do homem sobre a erosão do solo em diferentes condições geológicas e climáticas no mundo.

Os estudos sobre os fluxos de água, sedimentos, geoquímicos e atividade biológica do solo são realizados na Microbacia do Arroio Lageado Ferreira, em Arvorezinha (RS). As ações têm como objetivo principal a avaliação do impacto das atividades agrícolas sobre o solo e os recursos hídricos. 

A Bacia Hidrográfica de Arvorezinha vem sendo monitorada desde 2005 por meio do Programa Microbacias, desenvolvido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), em conjunto com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e de Porto Alegre (UFRGS), com a parceria da Afubra e da Prefeitura Municipal de Arvorezinha. O programa objetiva monitorar e descrever os processos hidrológicos e propor medidas de conservação como o cultivo mínimo e a proteção das nascentes dos rios e preservar as matas ciliares. Outro aspecto importante e que está sendo monitorado na referida microbacia é a qualidade da biota do solo, por meio da identificação de indicadores biológicos.

"A experiência obtida por meio do monitoramento desta microbacia no período entre 2006 e 2009 demonstra que boas práticas de manejo e conservação do solo e da água apresentam grande eficiência na redução dos problemas agrícolas e ambientais, como erosão, empobrecimento do solo, contaminação da água", afirma o professor Jean Minella, da UFSM. Segundo ele, sistemas conservacionistas como cultivo mínimo e plantio direto, além da proteção da superfície do solo com cultivos de cobertura, favorecem a recuperação da sua estrutura e melhoram sensivelmente a sua qualidade biológica. 

SAIBA MAIS - Uma microbacia hidrográfica se caracteriza como uma área geográfica delimitada por divisores de  água, drenada por um rio ou córrego, para onde escorre as águas das chuvas. Considerando-se apenas o aspecto geográfico, a microbacia tem a mesma definição que caracteriza uma bacia hidrográfica. O diferencial básico é que uma microbacia tem pequena área de drenagem e é a melhor unidade para o desenvolvimento de programas de desenvolvimento sustentável, tendo como beneficiários diretos as comunidades locais. A metodologia de trabalho em microbacias hidrográficas, em aprimoramento no Brasil nos últimos 20 anos, busca a autogestão comunitária dos recursos naturais por meio da adoção de práticas de manejo integrado e sustentável. Estas ações favorecem o envolvimento e a participação das comunidades que habitam e exploram as propriedades rurais situadas na sua área de abrangência. 
  • Comente
  • Comente no Facebook

0 comentários:

Item Reviewed: Microbacia gaúcha representa o Brasil em programa global de monitoramento Rating: 5 Reviewed By: Ricardo Moura